quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Janela amarela

Tinha aquela janela amarela. Pequenina, provavelmente de um quarto. Nada de mais. Em frente a ela, uma árvore. Com todas as folhas bem verdinhas, era grande e imponente - claro, dentro dos limites permitidos pelo bairro, cada vez mais urbanizado, com mais fiação, mais gente e mais sujeira.

A questão é que a janela é linda. Eu passo por ela quase todo dia, mas, até ontem, nunca tinha reparado. Mesmo meio velha e com alguns rachados, ela tem muita personalidade, me faz imaginar o que tem dentro daquele cômodo iluminado por ela.

A gente costuma ignorar tudo por causa da loucura diária. Não dá tempo nem de reparar na própria roupa, o que dirá uma janelinha, entre tantas outras. Uma janelinha que combina com o céu azul de primavera.

Ontem, eu olhei para essa janela amarela e ela me pareceu deslumbrante. E, hoje, ela também estava linda, daquele jeito único: pequenina, amarela, sem grades, em frente a uma árvore gigante. Uma janela cheia de histórias para contar.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...