quarta-feira, 20 de março de 2013

Gritos


Tem dias que a inspiração bate e escrever uma história - divertida, romântica, emocionante, tanto faz - é a coisa mais simples do mundo. Em outros, a impressão que dá é que fazer uma cirurgia cardíaca seria mais simples que digitar três frases curtas. O bom é que, em raras ocasiões, algo interessante se desenha na sua frente e você tem mesmo que aproveitar uma oportunidade tão linda dessas. 

Dessa vez, a história já estava prontinha. Eu só tinha que copiar e colar - e não, não é plágio.

Desde que se mudou para Itanhaém, minha mãe aprimorou suas aptidões tecnológicas. Assim quase como todo mundo, ela também trocou o telefone pela internet para muita coisa. Mas isso não quer dizer que ela tenha tanta intimidade como eu com a web - nem esperaria, já que foi, por tanto tempo, algo tão distante da realidade dela.

Aconteceu ontem, pela inbox do Facebook. A conversa é completamente fiel à realidade.

Mãe: “FILHA, TD BEM? QUER IR EM bRAGANÇA EM UM CASAMENTO COMIGO NO SABADO AS 11HS”

Eu: “ah, preciso responder agora? não tô muito afim não”

Mãe: “ATE SEXTA, PARA EU DECIDIR COMO FAZER OK”

Eu: “ok. casamento de quem?”

Mãe: "DE UMA MENINA DA DELEGACIA. TINHA ESQUECIDO, ELA ME CHAMPOU PRA MADRINHA FAZ TEMPO"

Eu: “nossa, mãe hahaha vc tem roupa?”

Mãe: “VOU ALUGAR NE. VOU VER POR AQUI”

Eu: “vc tá gritando?”

Mãe: “COMO ASSIM”

Eu: “é que vc tá escrevendo tudo em caixa alta, aí isso é grito na internet hahahaha”

Mãe: "NAO ENTENDO NADA DISTO"

Eu: (aqui eu já pensava que parecia mesmo que ela não entendia nada disto, mas a gente perdoa tudo da mamãe) "tudo bem, é que tá tudo maiúsculo"

Mãe: "TEM QUE ESCREVER EM MINUSCULO E ISTO"

Eu: "não precisa"

Mãe: "NAO ENTENDI, VC ESCUTA GRITO MEU E ISTO OU SOM"

Nesse ponto, eu fui tomada de uma necessidade inenarrável de ligar para ela e explicar tudo, e foi o que fiz. Depois que ela atendeu, respirei, segurei o riso e expliquei para ela que, na internet, quando a gente escreve tudo em letra maiúscula, é para dar a impressão de que estamos falando alto ou gritando mesmo. Perguntei se ela não estava entendendo.

- Nossa, você já tava me deixando louca! Eu nem tava falando nada, como que você tava me ouvindo gritar? Pensei que você tava ouvindo o rádio que tá ligado aqui, uê (ela usa muito essa expressão, que eu adoro)!!! Mas isso aí de gritar na internet é coisa de jovem, né, Natalia!

Rindo muito, desliguei o telefone e fui trabalhar. Hoje de manhã, conversamos de novo pelo Facebook, mas, dessa vez, ela escreveu tudo em caixa baixa. Lá no fundo, ela sabe que também é jovenzinha - ainda mais quando o assunto é internet.



3 comentários:

Fabiana disse...

Adorei!
(Eu ri mas ri com amor)
Bjins

Nicole Collino disse...

Hahaha
No fundo, acho que Dona Máximo tem razão, gritar na internet é coisa de jovem mesmo!

Também ri com amor <3

littlemarininha disse...

Haha, o mais legal vai ser quando ela começar a usar o caps lock pra gritar de verdade com você pela internet.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...