domingo, 1 de agosto de 2010

15 dicas valiosas para virar um mestre-cuca

Para mim, um dos maiores prazeres da vida é comer bem. Nada se compara a poder degustar um bom prato, por mais simples ou diferente que ele seja, independente do lugar.  Acho que ser apaixonada por comida – o que não quer dizer que eu seja gorda – é um dos motivos que me fazem ser aficionada por tudo que diga respeito à cozinha e, consequentemente, cozinhar.

Veja bem, não é porque eu amo cozinhar que eu saiba cozinhar. Sempre que eu me aventuro no mundo mágico da culinária, meu cérebro começa a pensar automaticamente que “é isso que tem para hoje; dá para comer, vai”. Prefiro não confiar no que os amigos e a família dizem – nada contra, mas, quando surgem comentários sobre isso, me sinto um pouco como a Rachel em Dia de Ação de Graças.



Minha mãe foi viajar esse fim de semana e levou as cachorrinhas, ou seja, fiquei completamente sozinha por dois dias. Resolvi aproveitar esses preciosos dias de paz para ficar com minhas leituras, meus filmes, minhas séries e, claro, minha comida. Foi um lindo fim de semana de sol, e eu estava mesmo no clima para cozinhar coisas diferentes. Nada de desastroso aconteceu, mas, como aprendemos com nossos erros, resolvi fazer essa lista de dicas, que servirão até para os cozinheiros de primeira viagem, que vivem de comida congelada e nem sabem para que serve um fogão.

1.    Não tenha medo

A cozinha não é um bicho papão e, embora cozinhar envolva mexer com fogo e objetos pontiagudos, não é o fim do mundo. Você é muito maior que isso.

2.    Confie no seu taco

Se for necessário, invente um mantra, do tipo “não vou queimar o feijão, não vou queimar o feijão, não vou queimar o feijão”. Na cozinha, quem tem o controle é você. Não se esqueça disso.

3.    Analise

Antes de colocar a mão na massa, cheque tudo que você tem na geladeira e na despensa. Você não vai querer fazer um bolo de chocolate e, no meio da receita, se dar conta que não tem fermento em casa.

4.    Não abandone o barco

Você não é fraco. Se já começou, encare o desafio. Caso contrário, vai ter que jogar um monte de coisa fora e, cá para nós, essa é uma péssima ideia. Tanta gente passando fome e você aí jogando comida fora? (chata mode: on)

5.    Mantenha tudo por perto

Se a panela no fogo e a cebola cortada estão a um metro de distância, isso vai dificultar sua vida. Quanto mais próximas as coisas que você utilizará estiverem, melhor.

6.    Use a tecnologia a seu favor

Em algum ponto da vida, você vai ter que aprender a fazer um arroz que não seja o famoso “unidos venceremos”. Por isso, invista alguns reais em uma panela que se encarregue disso para você. Coloque a água, o arroz e o tempero e aguarde a perfeição que só os avanços tecnológicos podem te dar.

7.    Invente, mas nem tanto

Sim, você pode colocar creme de leite na sua omelete e fazer “batatas rústicas assadas”. Você só vai perceber que foi uma má ideia quando a omelete não desgrudar da frigideira e a batata não cozinhar nunca.

8.    Tenha foco e atenção

Seu maior inimigo na cozinha é a distração. Quando você cozinha, não é hora de bater papo na sala, nem de ver TV, nem de ficar no Twitter. Tudo que você fizer de errado vai se voltar contra você em questão de segundos. O macarrão ficou muito mole? A culpa é só sua e de mais ninguém.

9.    Improvise

Se você esquecer de seguir a terceira dica, não se desespere. Nem tudo está perdido. Sempre dá para trocar o óleo por azeite.

10.    Saiba quando parar

Na cozinha, somos os cirurgiões e os ingredientes são nossos pacientes. Algumas vezes, seu esforço e suor não vão ser suficientes para resolver uma emergência. Não conseguiu abrir o vidro de azeitonas? Faça a Poliana e pense que isso significa que você terá mais azeitonas para usar em outra receita.

11.    Se segure na hora de usar o sal

Agora é sério. Sal faz muito mal e te impede de sentir o gosto verdadeiro dos alimentos. Além disso, 1: o País não precisa de mais hipertensos e 2: é impossível tirar o sal de uma comida muito salgada.

12.    Timing é tudo

A não ser que você queira deixar suas batatas assadas para o jantar, saiba qual o melhor horário para começar a preparar todos os pratos para que eles fiquem prontos ao mesmo tempo.

13.    A limpeza te aguarda

Vá por mim: ninguém vai lavar a louça para você. Nem o fogão. Nem os azulejos. Nem passar pano no chão. Ou lavar sua roupa. Então, fique esperto antes de passar sua mão suja de curry no pano de prato que sua mãe comprou semana passada.

14.    Aposte na salada

Cozinhar não é fácil, mas uma salada pode ser sua salvação. Afinal, é só cortar tudo direitinho e jogar o tempero. Não tem erro.

15.    Tenha sempre um telefone por perto

Se você está fazendo algo completamente diferente e está sozinho, ter um telefone por perto para ligar para sua mãe te dará mais confiança. Ou para o Corpo de Bombeiros.

6 comentários:

Toni Barros disse...

Que orgulho dessa menina. =)

Agora, posso estar errado, mas acho que nem sempre dá pra substituir o óleo pelo azeite. Se for um bolo, por exemplo, acho que o azeite não contribui com a liga porque ele não resiste a temperaturas muito altas.

. disse...

Gostei, gostei, gostei!
Algumas coisas tão diferentes do meu M.O., mas é uma lista excelente de dicas!

;)

Ela disse...

Sensacional. Quero uma panela dessa. Suas dicas são engraçadas demais, porém, muito pertinentes! Sucesso.

Ela disse...

Sensacional. Quero uma panela dessa. Suas dicas são engraçadas demais, porém, muito pertinentes! Sucesso.

Hally disse...

Olá, cheguei aqui através de um de seus comentários no Championsip Vinyl, e, pelo visto, cheguei em boa hora!

Não sou lá muito dotada das artes culinárias, mas quem come da minha comida dificilmente reclama (não na minha frente, porque não existe alguém louco o suficiente pra isso =D).

Me senti na obrigação de lhe dar algumas dicas valiosas, visto que já funcionaram muito bem pra mim (espero não estar sendo muito chata...)

1º. Fermento é totalmente substituível por bicarbonato de sódio (afinal, é quase a mesma coisa (e eu não era uma boa aluna de química)). Comigo já deu certo.

2º. Para tirar o sal, basta colocar açucar. Um sempre anula o sabor (exagerado, claro) do outro.

Espero que minhas dicas tenham sido úteis. Gostei muito do seu blog!

Charlie Brown disse...

Só tenho uma dica a acrescentar. Na verdade é algo que aprendi em minhas aventuras pela cozinha, fazendo meu famoso "Um pouco de tudo":

Se a comida se mexer, fique calmo e não reaja.

Faça isso e vai ficar tudo bem.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...