sexta-feira, 9 de abril de 2010

Carta aberta a Deus

Senhor,

Já fazia um bom tempo que precisávamos bater um papinho. Como acho que todas minhas orações devem estar caindo direto na caixa postal divina, resolvi tentar meios mais convencionais, como essa carta, escrita em papiro.

Não sei o que está acontecendo com nossa relação. Lembra daquele tempo em que éramos muito amigos e minha vida andava com mais tranquilidade? Falo só da minha vida porque é bem mais fácil para o senhor administrar a sua como você quiser, né?

De uns tempos para cá, sinto que o senhor não está muito afim de manter aquela nossa tranquilidade rotineira. O senhor resolveu que ia dar uma de aventureiro com seus filhos, mas, como precisava testar antes para ver se essa técnica iria funcionar, me escolheu como cobaia. Tenho certeza.

Sei que isso não é muito típico do senhor, mas vamos falar de fatos. Deus, como o senhor permite que, em apenas uma semana, minha integridade física, moral e psicológica fique tão comprometida?

Senhor, como se não bastasse o cocô de cachorro e o chiclete grudado no fone do orelhão, não sei mais o que é fim de semana por causa da faculdade, sofro humilhação pública e, para piorar, minhas cachorras comem meu ovo de Páscoa, o que nem me deixa ter uma alegriazinha que seja. Ah, isso porque nem contei a chuva, que só cai quando estou com aqueles tênis que estão com a sola furada. Se bem que, como tem chovido todo dia, acho que o senhor resolver me sacanear e furar a sola de todos os meus tênis. Porra, Deus, isso é mancada! Meia molhada nesse tempo ruim não tem milagre que seque!

Enfim, só queria pedir um pouco mais de cuidado com a sua filha aqui, porque não dá para levar tudo isso sozinha, não, ok? Aguardo sua resposta.

Um abraço,
Natalia Máximo

PS: Se o senhor não responder essa cartinha, reze para que eu não descubra seu e-mail pessoal (porque o SAC não está mais funcionando). Aí, finalmente encontrarei uma utilidade para todos os Power Points com musiquinhas chatas que meu pai me manda todo dia, ok? Se o mar pode virar sertão, o céu pode virar inferno, ok?

3 comentários:

naotavaassim disse...

Senhor,
Quero aproveitar a carta da Nat para fazer um pequena reclamação: Porra, Deus! Pq o senhor brinca assim? Não me faça sonhar com jacarés, se esse não for o animal certo para apostar, ok?
Grato
Charlie Brown

Nih_x disse...

É, Deus, tem que ver isso aí.

Santa Ignorância disse...

Cara Natália

O Todo Poderoso não responde nem a mim, se te serve de consolo...
E não acredite que ele se pareça com o Jim Carey ou Antônio Fagundes!!
Mas pode ter certeza que estou atenta a tudo que acontece com os meus fiéis seguidores. Claro, se você for dizimista, a atenção será maior...
Minha bênção! Vai na sombra que atrás vem onda!!

Santa Ignorancia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...